pilates

Descubra aqui o surgimento e a história do pilates

O pilates é um método de atividade física que ganhou muita popularidade nos últimos anos. Entretanto, a história do pilates teve início ainda em 1880, com o nascimento do seu idealizador e precursor, Joseph Pilates. Continue a leitura e conheça grandes curiosidades sobre essa famosa técnica:

A história do pilates

Joseph Pilates, o homem que deu nome ao pilates, nasceu em uma pequena cidade da Alemanha. Não existe um consenso sobre o seu ano de nascimento, mas acredita-se que tenha sido entre 1880 e 1883.

Filho de pai ginasta e de mãe naturopata, a sua infância foi marcada por doenças como asma, raquitismo e febre reumática. Joseph sempre buscou melhorar a sua condição física por meio de exercícios e de hábitos saudáveis.

Apesar de ter sido uma criança muito frágil, aos 14 anos Joseph Pilates já apresentava uma excelente forma física, sendo convidado a posar para um atlas de anatomia.

O seu objetivo era encontrar o equilíbrio entre corpo e mente. Para isso, passou a estudar ioga, acrobacia, anatomia, ginástica olímpica e medicina tradicional chinesa. Todas essas atividades influenciaram a técnica de pilates que conhecemos hoje.

O surgimento dos equipamentos de pilates

Em 1912, Joseph mudou-se para a Inglaterra. 2 anos depois, durante a I Guerra Mundial, ele foi exilado e passou a trabalhar em um hospital que atendia feridos e mutilados, na Ilha de Man.

As condições do local eram precárias. No entanto, Joseph Pilates ensinava uma série de exercícios físicos e de respiração para os seus companheiros de exílio, incentivando a manutenção da saúde física e mental.

Além disso, Joseph buscou estimular a reabilitação e inclusão de mutilados e de pacientes acamados por meio da adaptação de algumas das suas atividades. O estudioso retirava as molas dos colchões e as utilizava para fazer aparelhos de exercícios nas camas. Assim, surgiu a ideia dos primeiros aparelhos de pilates.

Com o fim da guerra, Joseph voltou à Alemanha, onde pode aprimorar os seus estudos.

A evolução do pilates

Em 1926, Joseph Pilates emigrou para os Estados Unidos. Durante a viagem de navio, ele conheceu a enfermeira Anna Clara Zuener, que viria a ser a sua esposa. Juntos, eles criaram um estúdio na Oitava Avenida, em Nova York. O local era frequentado por grandes bailarinos e atores, o que ajudou a popularizar a prática das atividades idealizadas por Pilates.

Durante os anos 1930 e 1940, Joseph publicou 2 livros: Your Health — A Corrective System of Exercising that Revolutionizes the Entire Field of Physical Education e Return to Life Through Contrology. Além disso, ele e Anna Clara passavam os seus conhecimentos para alunos interessados na técnica.

Com a morte de Joseph Pilates, em 1967, sua esposa passou a administrar o estúdio. Posteriormente, a antiga aluna Romana Kryzanowska assumiu o local. Outros alunos, como o dançarino Ron Fletcher, abriram os seus próprios estúdios, levando o pilates a diversos locais do mundo.

Os benefícios do pilates para o corpo

O pilates pode ser um excelente aliado da dança. Conheça alguns dos seus benefícios:

  • aumenta a flexibilidade;
  • melhora a resistência física;
  • promove o relaxamento e o bem-estar
  • otimiza a concentração e a coordenação motora;
  • ajuda a corrigir a postura e a respiração;
  • fortalece a musculatura;
  • aumenta a consciência corporal.

Agora que você já conhece a história do pilates e todos os benefícios que essa prática pode proporcionar para o seu corpo, que tal aderir à atividade? Aproveite para compartilhar este artigo nas suas redes sociais.

Moda dança: entenda por que as estampas florais estão em alta!

Estilistas têm feito constantes mudanças no conceito da moda na dança, inovando em peças com muito mais estilo e conforto. O vestuário dessa arte tem abandonado o estilo antigo, tradicional e padrão, e agora segue um estilo muito mais moderno e que valoriza ainda mais essa arte.

É por essa razão que a moda dança não tem ficado restrita apenas ao estúdio. Em vez disso, ela vem cada vez mais ganhando as ruas!

Nessa temporada, são as estampas florais que estão em alta. Continue lendo este post e entenda mais sobre isso:

Estampas florais são a grande aposta para 2017

Não é de hoje que as estampas florais caíram no gosto do público. É comum vermos esses desenhos tanto na primavera, a tradicional estação das flores, quanto no verão, em peças como camisas, saias ou vestidos.

Mas, além do sucesso que elas já fazem nessas estações, as estampas florais também têm tomado conta do visual feminino e se estendido para todo o resto do ano.

Sempre muito delicadas, elas são versáteis e combinam com diversos estilos, desde o romântico até o mais sério. É por esse motivo que elas estão fazendo tanto sucesso com o público feminino!

Como a moda das estampas florais entra no cenário da dança

As estampas florais são exclusivas e capazes de trazer feminilidade e leveza ao visual sem muito esforço. Uma vez que o figurino é um dos elementos-chave para a arte da dança, é claro que essa tendência não ia passar despercebida!

Além disso, as peças de estampas florais confeccionadas para as aulas de dança podem ser usadas tanto em academias como nas aulas de yoga, pilates e em diversas outras atividades esportivas. Sendo assim, não é preciso abandonar seu estilo e casualidade. É possível juntar bom gosto com praticidade, inclusive nas horas dessas atividades.

A moda dança inspira a moda das ruas

A versatilidade das estampas florais contribui para que a moda dança e a moda das ruas se tornem cada vez mais convergentes.

Afinal, a moda não se trata apenas de estética, mas também de questões culturais e sociais. Ao longo da história, grandes estilistas do mundo inteiro tiveram suas coleções inspiradas na arte tão prestigiada que é a dança.

A marca italiana Bottega Veneta, por exemplo, usou o ballet como referência para a sua coleção primavera-verão de 2015, produzindo looks práticos e urbanos inspirados em dançarinos de Nova York.

Os collants, também chamados de bodies, são outros responsáveis por fazer essa ligação entre a dança e a moda urbana. Não à toa, eles prometem ser uma forte tendência para 2017. Além de fazer combinações perfeitas com blazers, saias e shorts, essa peça, quando somada a estampas florais, certamente arrasa em qualquer look!

E você, já está pensando em roupas com estampas florais que mesclem a moda dança com a moda das ruas? Está em busca de produtos de qualidade e confortáveis, que te permitam levar o seu estilo para os ensaios? A Evidence Ballet lançou a Coleção Cápsula acesse e descubra um mundo de cores e flores.